Crítica | Batman vs Superman: A Origem da Justiça

bvs.jpg

Estou lendo diversas matérias negativas sobre Batman VS Superman, o que me deixou bastante abismado com tais comentários.

Basicamente 80% da critica é referente ao formato do filme, vale ressaltar que muitos destes comentários vem de pessoas acostumadas ao formato Marvel de Super-heróis, afinal, é o formato a qual estamos mais familiarizados devido a grande largada que a Marvel deu a frente da DC, que usou apenas dois filmes para se recolocar no jogo, Men of Steel (2013) e BvS: A Origem da Justiça. Outros 10% das críticas, apontam a falta da épica batalha “Deus vs Homem” tão anunciada como motivo da falha. Sobram mais 10% que eu posso apontar como criticas bem construídas sobre o contexto no qual o filme se encaixa.

A DC estabeleceu lá atrás um formato mais sério para seus super-heróis, não que a Marvel não seja séria, mas seu universo é mais preto e branco, focado em construir seus personagens e não no conflito. Eu diria até que estão trabalhando de um modo contido, trabalhando muito com pouco.

Batman vs Superman não retrata o confronto físico dos dois grandes heróis, mas o ideológico. Ampliado e comandado por Lex Luthor, dito cujo que está por trás de toda a situação transmitida no longa, vemos o antagonista posicionar todas suas peças para o grande final.

Bem demarcado em seus 3 atos, o longa não subestima o telespectador, explica o necessário, todos conhecem os personagens, conhecem suas origens, assim como eles conhecem os fãs, não é mastigado, te coloca pra pensar, tirar conclusões e se colocar no que está acontecendo.

Superman esta enfrentando as consequências que causou ao destruir a cidade enfrentando Zod no longa anterior. Bruce Wayne está afetado pelo acontecido e nutre ódio pelo Homem de Aço. Lex Luthor manipula a população contra o Superman sem se envolver publicamente. A Maravilha de Mulher mostra aos críticos de plantão o que Gal Gadot pode acrescentar a sua versão da heroína Amazona, e não é pouca coisa não.

O foco do filme é claro, a origem da Justiça diz o título, a origem da justiça grita o filme, não é sobre esses dois “fodões” se enfrentando, é sobre esse grupo que estamos esperando a muito para ver nos cinemas e o que foi necessário para que ele se forme.

Ao longo do filme, tivemos surpresas grandiosas realizadas em gestos simples, que aprontam a atmosfera para os próximos longas da saga. O encerramento do “confronto” não é sobre Batman vs Superman, mas sobre Bruce e Clark, sobre ideologia, conhecer o inimigo. Muitas vezes a melhor forma de conhecer alguém pode ser trocando algumas porradas e descobrindo o motivo pelo qual tal briga começou de fato.

É no terceiro ato que o filme se mostra sem medo, vemos a trindade reunida, Superman, Batman e Mulher-Maravilha reunidos contra Apocalipse, coisa que não se caracteriza como spoiler, o ato final já era anunciado pelo trailer suas consequências não, as surpresas encaixadas no longa quebram parte da revolta de terem divulgado mais do que deviam, mas infelizmente não redime o pecado.

Temos um futuro grandioso vindo pelas mãos da DC, e olha, com o Batman apresentado neste filme, eu estou extremamente ansioso por Esquadrão Suicida, se aquele bando de Vilões conseguiram bater de frente com este Herói, me pergunto o que eles não poderiam fazer.

Minha nota: 4 de 5  estrelas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s