Shadowhunters S01E05 – Mo Shu To Go | Review

STMI 105 - capa.png

Shadowhunters vem causando muitas polemicas desde sua estreia, sejam as atuações dos atores, seja o roteiro as vezes mal construído, até urgência excessiva de contar a história de forma rápida.

O fato é que neste quinto episódio a bagunça foi enorme, não poderia culpar os atores aqui, como trabalhar algo que vem trabalhado de forma errônea desde seu roteiro? Como consequência dos atos realizados por Jace, Alec e Izzy nos últimos dias realizando missões e mais missões não autorizadas pela Clave, Maryse volta ao instituto para colocar ordem no barraco.

Se tem um acerto no roteiro desse episódio esse acerto foi Maryse, tão insuportável aqui quanto nos livros da saga. Jace e Izzy vão ao encontro de ? para descobrir porque os ? desfizeram os acordos, enquanto isso Alec fica com a responsabilidade de vigiar Clary, ela não facilitaria, não é mesmo? Enquanto Alec atende uma ligação de Magnus, a garota foge para ir a sua casa procurar a caixa que via sua mãe mexer as vezes. Para alguém que perdeu as memórias para sempre ela tem muitas lembranças, não é mesmo?

É quando Simon entra na história que o roteiro se torna inconsistente, o vampiro atualmente em transição passou a ter uma super agilidade seja pulando muros ou até mesmo arrebentando portas emperradas, mas quem se importa? Não Alec, Shadowhunter experiente. Alguém preste atenção por favor, ele foi sequestrado por vampiros. O mais triste nisso é que não tivemos a oportunidade de ver Simon ganhar destaque no grupo por suas qualidades e se apaixonar pelo personagem antes de vê-lo sendo transformado em um vampiro cheio de pó de arroz.

Clary e Simon acabam sequestrados por lobisomens, a garota é chantageada mais uma vez pela localização do Cálice ou Simon se machucará. Colocado em uma cela improvisada num vestiário, Simon liga para o celular de Clary e conta onde estão. Quando Luke chega para ajudar Clary a garota se vê em meio a luta entre dois lobos, vemos Luke ganhar o posto de novo alfa. – Auuuu.

Os efeitos da série são algo a se comentar, não estão ruins, mas exagerados em alguns pontos, alguém me diz qual a necessidade dessa nuvem de luz verde enquanto os lobisomens se transformam? Mais que isso, qual a necessidade desses olhos brilhantes?

Eu não sei, mas gostaria de saber, também gostaria que a produção tivesse um pouco da noção de Menos é Mais.


 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s